sábado, 31 de julho de 2010

-

Às vezes eu acho que se eu tivesse uma arma, eu já estaria numa cadeia. Não consigo controlar minhas emoções, elas vêm com uma força tão poderosa sobre mim, que quando percebo que eu não posso fazer nada, eu choro. Ontem foi legal, passei na casa do Jerry pra nós irmos à banda, primeira vez que o Jerry se atrasou quem conhece ele, sabe que ele é pontual em tudo. Estranho. Fomos à banda e, quando eu pensei que meu dia estava muito legal, chega ele, aah estragou completamente minha noite, eu sei que não era mais pra eu ficar bolada quando eu o vejo, mas fico, não com a intensidade que eu sentia o ano passado, mas ainda me afeta, e eu odeio isso. Acabei chorando na praça ontem igual uma idiota, ai como eu me odeio! Eu fico lembrando de quando nós éramos amigos, trocando várias mensagens todas às noites, eu gostava disso, mas ai em Setembro do ano passado, de repente ele parou de falar comigo, eu até agora não entendo o porquê, não me lembro de nada ruim que eu tenha feito a ele, e se eu tivesse feito algo, ele me contaria. E agora ele passa e só fala "oi sa." ..Cadê os abraços? Ano passado quando a gente se via, era uma festa, pelo menos pra mim era. Eu ficava tão eufórica, tão feliz! Acho que era por isso, por nós sermos tão ligados que eu comecei a gostar dele, mas ai, ano passado tudo mudou quando eu entrei na São Lucas, e até setembro, eu não sabia de quem eu gostava, mas, ele se afastando do jeito que se afastou de mim, ele me deu inúmeras razões de partir pra outra, e não esperar mais nada dele. Mas eu queria continuar a amizade que nós tínhamos. Beijos a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário