sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Dizem que quando a gente está perto do final, começamos a lembrar do começo.

Eu me peguei chorando agora, do nada.
Passei o dia bem dormindo - acho que no fundo era pra tentar não lembrar de você.
Dizem que quando a gente está perto do final, começamos a lembrar do começo.
Eu me lembro que de alguns meses pra cá, minha vida se resumiu a você.
Minhas semanas, minhas horas, meus pensamentos, minhas vontades, tudo tinha um pouco de você lá.
Não....não.
A quem eu estou querendo enganar?
Tinha muito de você lá, muito mais do que eu gostaria que soubesse.
Dizem que as atitudes mais nobres, os pensamentos mais belos, são aqueles que ficam jogados no ar, na sombra, havendo conhecimento apenas de seu dono.
Quantas vontades, planos, pensamentos belos eu tive a seu respeito...
E agora...parece que fazem anos, e que, a cada hora, fica ainda mais distante.
Eu tento fugir de você, eu tento me esconder pra não nos machucar mais.
Eu não sei se fico, se sumo.
O que seria MENOS PIOR?
Hoje de manhã , mesmo falando com você, senti uma distância horrivel, fria, quase que chegava a revirar meu estômago e me dar náuseas.
Eu senti que havia algo errado, e nada aconteceu pra amenizar meu desespero silencioso.
Eu explodi.
E agora, a única coisa que eu posso fazer é tentar não pensar, lembrar, tentar não pensar, lembrar, tentar não...
Eu me forço a acreditar que eu estou errado, mas algum lado de mim me diz que algo da minha loucura faz sentido.
Será que, no fundo, você sabe o que é?
Tudo que eu sinto agora é angústia.
Não quero lembrar de como eram bons seus abraços, seus beijos, seu carinho, o modo como você sempre me tratou: tão paciente, de uma forma tão boa.
Será possível que esse conjunto de sentimentos, situações, felicidade.....são só mais algo que vai acabar dessa forma?
É tudo tão fraco?
Tudo que eu queria era você aqui comigo agora, sendo somente eu e você.
Meus pensamentos dóem, mas de alguma forma, eu quero que você saiba que eu penso em você.
Queria poder te ligar, mas sinto que não devo.
Eu sinto que eu te perdi, que eu me perdi.
Já não sei mais quem eu sou,ou quem você é.
Eu perdi o controle de tudo.
Sinto muito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário