segunda-feira, 6 de setembro de 2010

A vida poderia ser bem menos complicada!

Eu estava pensando, como a vida poderia ser bem menos complicada! Usando minha situação como exemplo, meus amigos dizem que não sou tímida, mas eu sou, e muito, excessivamente seria a palavra mais correta. Eu simplesmente travo, tento e tento pensar em algum assunto, o mais banal que seja, mas não vem à cabeça, e a conversa fica num simples "oi". Sinto que ele também meio que trava, porque no msn nossas conversas são totalmente diferentes. Vivo pedindo conselhos, pra minha mãe, minha irmã, até a Lygia, coitada, acho que ela não aguenta mais escutar eu falando no outro dia "ai Ly, eu deveria ter dito algo!”.
O engraçado da situação é que eu acho que eu fico esperando ele tomar uma atitude e ele fica me esperando. Ai empata tudo. Sei que é difícil pra ele e pra mim também é.
Troca de olhares já é frequente no meu dia-a-dia com ele, ainda que, quando um percebe que o outro está olhando, muda o olhar de direção, no meu caso com medo, não sei.
A timidez é essencial, mas sabe quando cansa, sei lá, queria poder olhar bem nos olhos dele e dizer “eei, não sei se você percebeu, mas eu to gostando de você desde o ano passado!”.
Acho que pra mim, a coisa é mais difícil, por não pertencer ao “padrão de beleza” estabelecido pela sociedade, já sou insegura de natureza. Por isso é difícil de eu acreditar que ele esteja gostando mesmo de mim. Até agora não estou totalmente convencida, apesar de que meu subconsciente esteja totalmente implorando pelo seu amor.
Estar escrevendo isso, já é um alívio e uma dor ao mesmo tempo, como eu disse anteriormente, eu quero mudar, deixar um pouco essa timidez, e através desse post eu estou tentando. Mas vem a dor, uma dor incomum, que só pessoas extremamente tímidas em relações afetivas como eu, podem entender. Um grito dentro de meus pensamentos dizendo “O que você pensa que está fazendo? Ta loca? Pára logo de escrever isso! Você não sabe que ele pode ler e descobrir tudo!? E se ele perceber que é dele que você está falando?”. E ao mesmo tempo em que eu quero que ele saiba de tudo o que sinto, vem o medo da rejeição. E se ele ler esse post, eu não sei com que cara eu vou aparecer na escola quarta-feira! Mas estou dando a cara à tapa.
Não sei se isso já aconteceu com alguém, mas sabe quando você está perto da pessoa que você ama, e não sabe como agir? O que fazer com as mão. Rir ou ficar séria. Cabelo solto ou preso? Essa insegurança que bate e te faz sentir que você não é perfeita o suficiente pra ele. Pode parecer idiotice, nem eu mesma sei se acredito mesmo nessas coisas mas, quando eu sei que tem uma data em especial, uma festa, ou mesmo o primeiro dia depois de um final de semana prolongado igual a esse, eu entro em sites de astrologia, pra ver o que poderá acontecer com o meu signo. Não sei se resolve alguma coisa, mas situações extremas, pedem medidas extremas!
Só espero que eu não me arrependa desse post!

Kisses ;**

Nenhum comentário:

Postar um comentário