domingo, 28 de novembro de 2010

Porque eu não sei como explicar o bem que você me faz sentir

Se não houver o amanhã
Se hoje eu fosse morrer
Tanta coisa você nunca iria saber

Se hoje fosse a última vez
De novo sai sem lhe contar
Mais uma vez eu esqueci de agradecer

A ti por me ensinar o que é o amor
O que é o amar
O que eu senti

E sou tão feliz em braços teus
E é tão lindo eu te ver sorrindo para mim
Porque eu não sei como explicar o bem que você me faz sentir

Só quero que saiba que nem com mil palavras se discreve o que é um beijo seu
Seria horrível se eu não fosse mais te ver
Sem antes encontrar uma forma de poder mostrar em versos o que sinto por ti

Não consigo mais imaginar o que seria da minha vida sem você
Você é tudo o que eu sonhei pra mim
E ao seu lado não tenho medo de fechar meus olhos

Vamos fugir, me leva com você, vamos passear pelo céu
Juntos temos a noite inteira pra tocar as estrelas, vamos voar por aí
E hoje eu vou segurar a suas mãos e pedir pra que você fique um pouco mais

Que seja para sempre enquanto durar
O que mais quero é te fazer feliz
Saiba que jamais esquecerei meu verdadeiro amor


Se Não Houver o Amanhã - 4 Live

domingo, 21 de novembro de 2010

descontrair.


S: Totalmente Louco.
A: Você Gosta de Beber.
M: Melhor Beijo do Mundo.
A: Você Gosta de Beber.
R: Se Apaixona Facilmente.
A: Você Gosta de Beber.

E o que prevaleceu? hahaa. me definiu .-.

sábado, 20 de novembro de 2010

Eu sempre te amei.

Ele: Ei precisamos conversar.
Ele: Você está ai?
Ela: Estou o que aconteceu?
Ele: Eu preciso de conselhos.
Ela: Claro, nós somos melhores amigos. Diga-me o que está acontecendo.
Ele: Eu estou apaixonado.
Ela: Isto é ótimo, não é?
Ele: Sim, é ótimo tirando o fato de eu não ter coragem alguma para contar pra ela.
Ela: Você ama ela ?
Ele: Com certeza.
Ela: Então tome coragem e conte pra ela.
Ele: Mas como ?
Ela: Pegue seu celular.
Ele: Agora ?
Ela: Sim, antes tarde do que nunca.
Ele: Pronto, peguei.
Ela: Ligue pra ela e diga como você se sente em relação a ela.
Ele: Está bem.
Ele pega o celular e liga pra ela...
Ela: Espere um minuto, já volto. Mas pode me contar enquanto eu não estou aqui como está indo.
O celular dela toca, ela atende...
Ela: Alô ?
Ele: É o jeito como você “cora” quando está nervosa, é como você ri sem piedade. É o jeito que você me faz sentir. É como você me faz rir, quando me faz parar de chorar. Como você me diverte como ninguém; na primeira vez que te vi dormindo eu percebi tudo: eu fui construído para você, e você foi moldada para mim. Eu te amo.
Ela: Quando você disse que estava apaixonado era como se uma faca entrasse bem fundo no meu peito, achei que era outra garota.
Ele: Eu jamais me apaixonaria por alguém que não fosse você.
Ela: Eu te amo.
Ele: Eu sempre te amei.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

À primeira vista, já previ.

Essa era a hora em que eu desejava dormir. Ou será que a palavra certa era purgatório? Se houvesse uma maneira de conciliar os meus pecados, isso devia contar a me ajustar de alguma forma. O tédio não é uma coisa com a qual eu me acostumei; mas cada dia parece impossivelmente monótono do que o último. Eu acho que essa hora se eu dormisse era definido como um estado de inércia entre períodos ativos. Eu olhei para os copos usados e para os pacotes de bolachas já vazios em cima da mesa, imaginando o que estava acontecendo naquele mundo virtual, onde as palavras podem ser interpretadas de modo incorreto, e sentimentos não possam ser demonstrados. Essa era a única forma de me desconectar. A voz de quem me colocou nesse mundo tagarelavam como o jorro de um rio dentro da minha cabeça. Quando se tratava de relacionamentos que se terminavam mal resolvidos e com chateação, eu já tinha ouvido tudo e mais um pouco. Não demorou muito para eu descobrir o que estava acontecendo, posso dizer que foi por causa de um descuido, isso já havia se repetido em meus pensamentos, mais eu só precisei disso para ter certeza. A excitação por saber de tudo e saber que todas as circunstâncias me bloqueava de soltar a voz, isso me deixava cansada, bem isso já era previsível - era como um objeto brilhante para uma criança. A ansiedade de querer quebrar esse silêncio e contar às pessoas que realmente se importam comigo, mas nisto eu tentei desconectá-los mais ainda. Pensei até em conversar com a única pessoa que me bloqueava, mais talvez ela se assustaria com a falta de privacidade. Na verdade eu estou me sentindo culpada por saber demais, porque eu sei que havia coisas que ele não iria querer que eu soubesse. Eu? Eu ficava feliz com cada palavra que eu lia, mais com certeza para eles seria incomodo. Sim, um segundo foi tudo o que me levou a esclarecer tudo aquilo que estava me deixando insegura como nunca antes. Um segundo foi o tempo que eu levei para me dar conta de que aquela pessoa não me havia decepcionado.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Vou machucar outros tentando encontrar você.

Não sei por que eu ainda insisto em querer seguir a vida com outro sendo que poderia haver mil fora você, mas você sempre será o primeiro. Esquecer-me das suas lembranças será como esquecer da minha realidade. Quero-te como uma louca. Cedo ou tarde voltarei cedo ou tarde você voltará, porque eu sempre guardarei seu lugar. Aqui estarei ainda que, às vezes, você me sinta distante. Eu te cuidarei e, nas noites mais frias, eu te abrigarei. Aqui estarei ainda que, às vezes, você não me sinta presente. Eu te esperarei. Para ficar com você, sempre lutarei. Eu poderia ficar com mil depois de você, mas seu amor sempre será o verdadeiro. Dê-se conta de como será difícil nós nos separarmos nos amando como dois loucos. Mas, no final, essa agonia será recompensada. Não quero fechar os meus olhos e te perder em um piscar deles. Confio nesse amor que vai além do coração. Não há o que renunciar. Cedo ou tarde juntos vamos estar. Só eu sei o que eu passei para chegar até aqui, fiz outras escolhas, e quis mudar o destino.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Se ainda dói, é porque não consigo te esquecer..


Eu não sei se um coração pode aguentar tanta dor..
Quando perde um amor,
Quando o sol já não brilha mais em seu olhar

Se ainda dói, é porque não consigo te esquecer..
E o vento só me traz vestígios que lembram você

Eu vou curar essa dor, encontrar um novo amor..
Em um caminho sem rumo vou levando a vida!

Eu vou curar essa dor, encontrar um novo amor..
Em um caminho sem rumo vou levando a vida!


Vestígios - Jorge e Mateus

sábado, 13 de novembro de 2010

Mas, é tarde demais.

Lágrimas não param de cair no telefone à menina liga.
ELA: Oi.
ELE: Quem é?
ELA: Sou eu, a felicidade iludida.
ELE: O que é que você quer?
ELA: Dizer que te amo.
ELE: OUTRA VEZ? Eu já ouvi isso 15 vezes. Não se cansa?
ELA: Quem ama não cansa...
ELE: Mas eu canso... Eu não te amo!
ELA: O que?
ELE: É isso mesmo, eu iludo e por isso me chamo ilusão do amor.
Neste exato momento uma lágrima corre na minha face...
ELA: Como pode dizer isso?
ELE: Dizendo que não te amo. Não devo nada a ninguém
ELA: Não deve nada?
ELE: É claro que não.
ELA: Deve sim. O seu amor.
ELE: Que amor?
ELA: Você me faz voar tão alto e agora diz que não me ama?
ELE: Deve estar ficando louca!
E as lágrimas insistentemente não paravam de cair...
ELA: Estou mesmo louca...acreditei em você!
ELE: Você sabia que era só amizade, não?
ELA: Claro que não... Você disse tantas coisas... E ainda me deu um beijo!
ELE: Um beijo? Aquilo nem foi beijo...
ELA: Não foi? Então o que foi.. ?
ELE: Ok... Foi um beijo sem significado.
ELA: Ah e um beijo sem significado deixa de ser beijo?
ELE: Não.
ELA: Quer dizer, eu não significo nada pra você?
ELE: Significa.
ELA: O que?
ELE: Uma grande conta de telefone no final do mês Agora vou desligar.
ELA: NÃO, por favor!
ELE: Por quê?
ELA: Porque eu te amo...
ELE: Qual o valor que o seu amor me vai dar?
ELA: Felicidade.
ELE: Eu quero coisas materiais...
ELA: Eu vou ser sua...
ELE: Isso não vale... Quanto é que você vale?
ELA: Porque esta pergunta?
ELE: Se eu enjoar de você posso te empenhar?
ELA: O que é que eu fiz para me tratar assim?
ELE: Amar-me! Agora vou desligar!
ELA: NÃO, por favor!!!
ELE: Quer parar com isso? ESTOU FARTO!
ELA: Não... Por favor, não desligue.
ELE: ...
ELA: Fala comigo...
ELE: ...
ELA: Pelo amor de Deus, diz que me ama!
ELE: OUVE... Eu já estou farto de você. Agora vê se me esquece.
ELA: Eu prefiro morrer a te esquecer.
ELE: Ah é? Então se mata logo!
(Ele desliga.)
ELA: Não... Por favor... Não me faça isso, eu te amo.
ALGUNS DIAS DEPOIS...

- Do que morreu essa menina? - Perguntam
- De intoxicação. - Responde a enfermeira.
- Coitada... Ela tinha algum problema? - Perguntam
- Sim, sofria de amor... - Responde a enfermeira.

E então, no dia do funeral o rapaz de que a menina gostava apareceu no local prestando a sua ultima homenagem e lançou uma rosa vermelha e disse baixinho:
- Eu te amo!

Mas, é tarde demais.

Jonathas Campos.

eu morreria por você.

Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi?
Ela: É, eu tive que ir ao médico.
Ele: Ah, mesmo? Por que?
Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só isso. Então, o que tivemos em matemática hoje?
Ele: Você não perdeu nada demais. Só um monte de anotações.
Ela: Ok, bom.
Ele: É.
Ela: Ei, tenho uma pergunta.
Ele: Fale.
Ela: O quanto você me ama?
Ele: Você sabe que eu te amo mais que tudo. Por que a pergunta?
Ela: (silêncio)
Ele: Tem algo errado?
Ela: Não, nada mesmo.
Ele: Ok.
Ela: O quanto você se importa comigo?
Ele: Eu te daria o mundo numa batida de coração, se eu pudesse.
Ela: Daria?
Ele: É, claro que eu daria. (parecendo preocupado) Tem alguma coisa errada?
Ela: Não, tá tudo bem.
Ele: Tem certeza?
Ela: É.
Ele: Ok, eu espero.
Ela: Você morreria por mim?
Ele: Eu me jogaria em frente uma bala para ela não te atingir, a qualquer dia.
Ela: Mesmo?
Ele: Mesmo. Mas agora, sério mesmo, aconteceu alguma coisa?
Ela: Não, eu tô bem. Você tá bem, nós estamos bem. Tá todo mundo bem...
Ela: Bom, tenho que ir. Te vejo amanhã na escola.
Ele: Tchau. EU TE AMO.
Ela: Também te amo, tchau.
O OUTRO DIA NA ESCOLA:
Ele: Ei, você viu minha namorada hoje?
Amigo: Não. Ela não estava aqui ontem também não.
Ele: Eu sei, ela estava agindo estranho no telefone ontem
Amigo: É cara, você sabe como as garotas são de vez em quando.
Ele: É, mas ela não.
AQUELA NOITE: (o telefone toca)
Ela: Alô?
Ele: Oi.
Ela: Ah, oi.
Ele: Por que você não foi na escola hoje de novo?
Ela: Ah, eu tinha outra consulta no médico.
Ele: Você está doente?
Ela: Hm, eu tenho que ir, minha mãe tá me chamando.
Ele: Eu espero.
Ela: Pode demorar, te ligo depois.
Ele: Tudo bem então, te amo (longa pausa)
Ela: (chorando) Olha, acho que devíamos terminar.
Ele: O que?! Por que?
Ela: Acho que é o melhor pra nós dois agora.
Ele: POR QUE?
Ela: Eu te amo. (ela desliga)
A GAROTA NÃO FOI PRA ESCOLA POR MAIS TRÊS SEMANAS, E NÃO ATENDEU AOS TELEFONEMAS.
Ele: E ai, cara.
Amigo: Oi. E ai, falou com sua ex?
Ele: Não.
Amigo: Então você não soube?
Ele: Soube o que?
Amigo: Não sei se eu seria a melhor pessoa para te contar, então, ligue nesse telefone. (passou um papelzinho para ele)
ELE LIGA NO NÚMERO DEPOIS DA ESCOLA.
Voz: Alô, Suppam County Hospital, aqui é a enfermeira Beckam.
Ele: Ah, eu devo ter ligado no número errado, estou procurando por uma amiga.
Voz: Qual é o nome dela? (o garoto dá as informações)
Voz: Sim, esse é o número certo. Ela é uma de nossas pacientes.
Ele: É mesmo? O que aconteceu? Ela está bem?
Voz: O quarto dela é o número 646, no prédio A, suíte 3.
Ele: O QUE ACONTECEU?
Voz: Por favor, venha aqui e veja o senhor mesmo, obrigada.
Ele: Espera! Não! (o telefone já tinha sido desligado)
O GAROTO FOI PARA O HOSPITAL. A GAROTA ESTAVA DEITADA NA CAMA DO QUARTO. ELA PARECIA FRACA.
Ele: Meu Deus, você está bem?
Ela: (silêncio)
Ele: Amor, fala comigo!
Ela: Eu.. eu tenho câncer. Estou em suporte de vida.
Ele: (começa a chorar)
Ela: Eles vão desligar tudo hoje à noite.
Ele: Por que?!
Ela: Eu queria te contar, mas eu não podia.
Ele: Por que não?
Ela: Eu não queria te machucar.
Ele: Você nunca poderia me machucar.
Ela: Eu só queria ver se você sentia o mesmo que eu sinto por você
Ele: ?
Ela: Eu te amo mais que qualquer coisa. Eu te daria o mundo em uma batida de coração. Eu me atiraria em frente a uma bala para te salvar. Eu morreria por você.
Ele: …
Ela: Não fique triste, eu sempre vou te amar, estando aqui ou não.
Ele: Então por que você terminou comigo?
Enfermeira: Ei, jovem, o tempo de visita já acabou.
O GAROTO SAI, AS MÁQUINAS DE SUPORTE DE VIDA FORAM DESLIGADAS. ELA MORREU.
Mas o que o garoto não sabia é que a garota só fez aquelas perguntas à ele para poder ouvir ele dizer aquelas coisas uma última vez, e ela só terminou com ele porque ela só tinha mais três semanas de vida e pensou que assim causaria menos dor à ele, dando um tempo para ele esquecê-la antes dela morrer.
NO PRÓXIMO DIA: O garoto foi encontrado morto com uma arma em sua mão, e com um pequeno papel na outra, escrito: Eu disse à ela que levaria um tiro por ela, assim como ela disse que morreria por mim.

Jonathas Campos.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

you left me with a broken heart.

(Oh, you left me with a broken heart,
Now I see what I shoulda from the start,
You you left me with nothing but a kiss,And now I'm leaving you with these lips, with these lips, oh)

Everything looked fine from here
Everything looked more than clear
But now you are gone, and I'm still here

So check it out, I wrote it down.In case you ever left this town
And baby you can't fire me
'Cause I quit (Right now!)

Oh you left me with a broken heart
Now I see what I shoulda from the start,Yeah, you left me, with nothing but a kiss
And now I'm leaving you with these lips

(Listen up)
So now I'm pressin', but I ain't stressin'
She's got a man (She's got a man)
I'm with her best friend
I tried at love, but it never stuck
She said she loved me, but I didn't give a fuck

Oh you left me with a broken heart
Now I see what I shoulda from the start,Yeah you left me, with nothing but a kiss
And now I'm leaving you with these lips

And now I'm better 'cause you left meI just left 'cause you let me
Don't keep callin' just forget me
Don't keep callin' just. Just forget.

Oh, you left me with a broken heart
Now I see what I shoulda from the start,Yeah you left me, with nothing but a kiss
And now I'm leaving you with these lips


You Left Me - The Maine

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Por dias e dias eu sofri.

Sempre soube que não daria certo
Mas escolhi tentar
Pra ver até onde ia
Esperando que você fosse mudar

Não era eu
Que você queria
E eu sofria
A cada dia

Sei que isso não vai passar
No meio da confusão espero me encontrar
O tempo me fez mudar
E hoje eu sei que não foi certo te amar

Por dias e dias eu sofri
Quando descobri

Que não era eu
Que você queria
E eu sofria
A cada dia

Sei que isso não vai passar
No meio da confusão espero me encontrar
O tempo me fez mudar
E hoje eu sei que não foi certo te amar


A Cada Dia - Fake Number

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Amor Bipolar

'Vou te tirar da minha vida'. Cinco minutos depois uma musiquinha qualquer avisa que há uma nova mensagem no celular: 'você é muito especial, não quero que termine assim'. De tarde um almoço agradável se encerra com um 'obrigado por me devolver a calma'. De noite, algumas horas depois, a calma é tanta que você é ignorado em todos os meios de comunicação virtuais e não virtuais existentes. Em um dia você ganha um presente fofo, no dia seguinte você sequer ganha a resposta a um 'bom dia'. Em um mês você recebe um convite, algumas horas depois um bolo (não do comestível, que desce pela garganta e sacia a fome, mas do que te engasga pelo desprezo e te deixa com um vazio, no peito, não no estômago). Durante os sete meses seguintes você é esquecido, até que um belo dia você é lembrado e volta a ser especial, importante e querido. Te põe aqui, te põe lá, em um amor bipolar do qual você não pode reclamar, sob a pena de ser você o que não ama tanto assim. Desculpa, mas um dia tudo cansa (e quem for bipolar de fato tem que se tratar)! Amor já exige naturalmente tanto, se ainda trouxer pranto e a cabeça doendo tanto, por pensar e tentar entender o outro, o caminho será um só: o fim (simples assim). Por que em um dia você vale horas agradáveis e no outro não há espaço para você em uma agenda vazia? Por que em um dia você é confiável para favores e desejável em uma lista de prováveis amores e no outro dia você merece um 'o que que é que você tá me ligando?'. Por que alguém que você ama muda se você não muda? Dois em um não presta nem em shampoo, vai prestar logo no amor? Pensa comigo, consigo e com quem for: você precisa disso? Você está feliz? Esse amor bipolar se importa com você? Agora agrupa esses três 'não' e, na próxima vez que o seu amor bipolar te procurar, grita, mas grita bem alto porque você merece gritar: NÃO, NÃO E NÃO! Então, é isso aí, se puder se acostuma, ando me contentando com pouco, trocando um por vários três. É que um bom ponto final tem me saciado muito mais do que um milhão de reticências. Ter dúvidas no amor é tolerável, se relacionar com uma dúvida é enlouquecedor. Lute por um louco a menos no mundo e diga 'adeus'. Para gente de lua seja eclipse, DE-SA-PA-RE-ÇA!

ps.: O texto não é de minha autoria, li em um blog, me identifiquei e postei aqui.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

I wanna do bad things with you.

When you came in the air went out.
And every shadow filled up with the doubt.
I don't know who you think you are,
But before the night is through,
I wanna do bad things with you.

I'm the kind to sit up in his room.Heart sick an' eyes filled up with blue.
I don't know what you've done to me,
But I know this much is true:
I wanna do bad things with you.

When you came in the air went out.
And all those shadows there are filled up with doubt.
I don't know who you think you are,
But before the night is through,
I wanna do bad things with you.
I wanna do real bad things with you.
Ow, ooh.

I don't know what you've done to me,
But I know one thing is true:
I wanna do bad things with you.
I wanna do real bad things with you.


Bad Things - Jace Everett

Minha amnésia apagou você

Chegou a hora e eu não vou correr
Não tenho medo pra te entregar

Minha amnésia apagou você
E Agora é minha vez de te falar

Eu não vou acreditar no
que você me diz
eu não vou!
No que inventa para ser feliz
eu não vou!
Nesse seu mundo que vai te
matar
eu não vou!

Eu cansei,
cansei
Eu não consigo esperar você
você
Eu paguei caro para te esquecer
esquecer
De todos planos eu já desisti
WHOOAAHH!
Deixei pra trás tudo que consegui

Na minha vida não vai mais entrar
entrar
Na sua vida não vou mais passar
passar
E se você tentar me esquecer
WHOOAAHH!
Vai pagar caro por me conhecer

Não venha dizer
NÃO!
o que eu fui pra você
NÃO!
Pois eu não vou mudar
NÃO!
meu jeito de pensar
NÃO!
Não venha querer
NÃO!
tentar me convencer
NÃO!

Pois não tenho mais tempo de te aguentar!

Eu cansei,
cansei
eu não consigo esperar você
você
Eu paguei caro para te esquecer
esquecer
De todos planos eu já desisti
WHOOAAHH!
Deixei pra trás tudo que consegui

Na minha vida não vai mais entrar
entrar
Na sua vida não vou mais passar
passar
E se você tentar me esquecer
WHOOAAHH!
Vai pagar caro por me conhecer

Vai Pagar Caro Por Me Conhecer - Gloria

terça-feira, 2 de novembro de 2010

eu faria tudo outra vez.

Queria poder te dizer
Nem sempre é possivel consertar tudo oque eu fiz
Sei que é dificil ter que admitir que errei
Eu só sei que eu faria tudo outra vez

Eu fiquei te esperando aqui até o dia amanhecer
eu faria tudo outra vez
Ta na hora de decidir se vai ou quer ficar
eu faria tudo outra vez
Se eu fui embora algum dia foi só pra te proteger
eu faria tudo outra vez
Ve se volta pra casa, eu quero te ver

Nem sempre eu quis aceitar
Oque eu fiz foi escolher pra onde ir sem saber onde andar
Eu ja me perdi, quase não consigo mais voltar
Eu só sei que eu faria tudo outra vez

E eu fiquei te esperando aqui até o dia amanhecer
eu faria tudo outra vez
Ta na hora de decidir se vai ou quer ficar
eu faria tudo outra vez
Se eu fui embora algum dia foi só pra te proteger
eu faria tudo outra vez
Ve se volta pra casa, eu quero te ver

Queria poder te dizer..


Tudo Outra Vez - Gloria

Scream from the pleasure unmask your desire perishing.

Caught up in this madness too blind to see
Woke animal feelings in me
Took over my sense and I lost control
I'll taste your blood tonight

You know I make you wanna scream
You know I make you wanna run from me baby
but know it's too late you've wasted all your time

Relax while you're closing your eyes to me
So warm as I'm setting you free
With your arms by your side there's no struggling
Pleasure's all mine this time

You know I make you wanna scream
You know I make you wanna run from me baby
but know it's too late you've wasted all your time

Cherishing, those feelings pleasuring
Cover me, unwanted clemency
Scream till there's silence
Scream while there's life left, vanishing
Scream from the pleasure unmask your desire
perishing

We've all had a time where we've lost controlWe've all had our time to grow
I'm hoping I'm wrong but I know I'm rightI'll hunt again one night

You know I make you wanna scream
You know I make you wanna run from me baby
but know it's too late you've wasted all your time

Cherishing, those feelings pleasuring
Cover me, unwanted clemency
Scream till there's silence
Scream while there's life left, vanishing
Scream from the pleasure unmask your desire
perishing

Some live repressing their instinctive feelings
Protest the way we're built don't point the blame on me

Scream, Scream, Scream the way you would
if I ravaged your body
Scream, Scream, Scream the way you would if I ravaged your mind

Cherishing, those feelings pleasuring
Cover me, unwanted clemency
Scream till there's silence
Scream while there's life left, vanishing
Scream from the pleasure unmask your desire
perishing


Scream - Avenged Sevenfold