domingo, 14 de agosto de 2011

Descobri que sou forte, porque sei que ser forte é amar alguém em silêncio; é fingir alegria quando não se sente; é sorrir quando se deseja chorar; é consolar quando se precisa de consolo; é calar quando o ideal seria gritar a todas as suas angústias; é irradiar felicidade quando se é infeliz; é esperar quando não se acredita no retorno; é manter-se calmo no desespero; é elogiar quando se tem vontade de maldizer; é fazer alguém feliz quando se tem o coração em pedaços; é ter fé naquilo que não se acredita; é perdoar alguém que não merece o perdão; é lutar pelos seus objetivos por mais difícil que seja a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário